Alunos da UNDB visitam as instalações da Assembleia Legislativa do Maranhão

Acadêmicos do curso de Direito da UNDB estiveram no Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão, durante a visita

Acadêmicos do 3º período do curso de Direito da UNDB visitaram a Assembleia Legislativa do Maranhão na sexta-feira (19). O objetivo é proporcionar uma aproximação dos alunos do Poder Legislativo e promover um aprendizado fora da sala de aula.

Para a professora Teresa Barros, o momento é importante para proporcionar aos estudantes universitários a experiência de conhecer de perto os trabalhos realizados pelo Parlamento.

“A ideia é aliar a teoria com a prática para que os alunos entendem como funciona o Legislativo do nosso estado. Eles conhecem não só a Assembleia, mas também entendem como funciona a estrutura, a parte administrativa e é sempre uma visita importante”, disse.

Durante a visita guiada às instalações, os estudantes receberam informações sobre o funcionamento da Assembleia, os serviços prestados e a atuação dos deputados. Eles assistiram a uma palestra sobre o funcionamento do Poder Legislativo.

Procuradoria da Mulher da Assembleia divulga nota sobre declaração da deputada Mical Damasceno

A deputada Daniella assina nota de repúdio à fala da deputada Mical Damasceno na Assembleia Legislativa

A Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa vem a público manifestar seu posicionamento contrário ao sentido do pronunciamento da deputada estadual Mical Damasceno (PSD), realizado na quarta-feira (17), no Plenário da Casa:

 

“Respeitamos a autonomia e o importante trabalho da deputada Mical Damasceno, mas suas opiniões explanadas no referido pronunciamento divergem totalmente dos princípios desta Procuradoria, que defende a nossa luta incansável pela igualdade de gênero e respeita a todos os laços de afeto, que se colocam como construção familiar.

Lembramos ainda que a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão tem avançado no processo de defesa do protagonismo feminino no Maranhão; que, inclusive, pela primeira vez tem uma deputada à frente da Presidência da Casa e que reúne, hoje, sua maior bancada feminina da história do Legislativo Maranhense”.

 

DEPUTADA DANIELLA

Procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão

Deputada Mical Damasceno diz que mulher deve submissão ao marido e propõe solenidade ‘com machos’

A deputada estadual Mical Damasceno (PSD) foi reeleita em 2022 para a Assembleia Legislativa do Maranhão – Divulgação/Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão

A deputada estadual Mical Damasceno (PSD) afirmou durante sessão plenária da Assembleia Legislativa do estado nesta quarta-feira (17) que “a mulher deve submissão ao marido” e que “o homem é o cabeça da família”.

As frases foram ditas enquanto ela defendia um requerimento de sua autoria para a realização de uma sessão solene em 15 de maio em alusão ao Dia da Família.

Ao falar sobre o assunto, ela propôs que a sessão solene seja feita “com machos”. “Veio uma ideia em meu coração, que eu acredito que seja divina, de nós fazermos uma sessão solene aqui, mas somente com homens, para mostrar à sociedade que o cabeça da família é o homem. Então, nós vamos encher esse plenário aqui, no dia 15 de maio, de macho”, sugeriu ela.

A deputada acrescentou que “a mulher tem que entender que ela deve submissão ao marido, doa a quem doer”.

“Porque as feministas defendem que têm esse direito de igualdade. Elas querem estar sempre numa guerra contra o homem”, continuou ela, ao microfone. Dos 42 assentos da Assembleia Legislativa do Maranhão, 11 são ocupados por mulheres na atual legislatura.

Ao final de seu discurso, Mical se dirigiu à deputada Iracema Vale (PSB), que é a presidente da Assembleia Legislativa e conduzia os trabalhos.

“A senhora, como católica praticante, a senhora sabe que o cabeça da família é o homem, assim como o Cristo é o cabeça da Igreja. Então vai ser lindo, para a glória do Senhor Jesus, essa sessão solene em comemoração da família. Nós vamos encher aqui esse plenário de homem, de macho, para dizer que ele representa essa instituição. A primeira instituição criada por Deus”.

Vale respondeu na sequência à colega de parlamento. “A benção, Mical, é que a cabeça só vai para onde o pescoço leva, né?”, disse a presidente da Casa, gerando risos no plenário. O requerimento foi aprovado sem debate.

Mical, que está em seu segundo mandato na Casa, se apresenta como representante do segmento evangélico e diz que a defesa da família é uma das suas bandeiras na política.

Governo avança com vacinação contra a dengue em 15 municípios e Alcântara ultrapassa a meta de 90% de cobertura

O imunizante é destinado a pessoas de 10 a 14 anos que concentra a maior proporção de hospitalização pela doença. No total, mais de 23 mil doses da vacina foram aplicadas desde o início da campanha

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reforçou a vacinação contra a dengue. No Maranhão, 15 municípios prioritários receberam o imunizante, e Alcântara alcançou 90,97% de cobertura, ultrapassando a meta preconizada pelo Ministério da Saúde. O imunizante é destinado a pessoas de 10 a 14 anos que concentra a maior proporção de hospitalização pela doença. No total, mais de 23 mil doses da vacina foram aplicadas desde o início da campanha.

“A vacina contra a dengue é segura e eficaz contra a doença. A expectativa é vacinar toda a população de 10 a 14 anos dos 15 municípios prioritários no Maranhão. Além da vacinação, é necessário que todos continuem com as medidas de prevenção que aprendemos contra a dengue e outras arboviroses”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes.

O primeiro lote da vacina contra a dengue (Qdenga) com 40.610 doses do imunizante chegou ao Maranhão em 12 de fevereiro. Três dias depois, a SES realizou a abertura simbólica da campanha de vacinação contra a dengue no estado. Nesta fase, 27.367 doses foram distribuídas para São Luís; 7.184 para São José de Ribamar; 4.337 para Paço do Lumiar; 1.102 para Raposa e 620 doses destinadas ao município de Alcântara.

Em abril, a gestão estadual ampliou a vacinação contra a dengue para mais 10 municípios maranhenses. Das 40.610 doses enviadas pelo Ministério da Saúde, 11.036 doses foram remanejadas para o público de 10 a 14 anos dos municípios de São Mateus, Timon, São João dos Patos, Monção, São Pedro dos Crentes, Barra do Corda, Bacabal, Imperatriz, Sítio Novo e Santa Luzia do Paruá. O esquema vacinal da dengue é composto por duas doses com intervalo de três meses entre elas.

De acordo com dados do Departamento de Doenças Imunopreveníveis da SES, até o momento, 17.705 doses já foram aplicadas no município de São Luís (64,69%); 2.608 doses aplicadas em São José de Ribamar (36,30%); 2.072 doses aplicadas em Paço do Lumiar (47,77%); 675 doses aplicadas no município da Raposa (61,25%) e 564 doses aplicadas no município de Alcântara (90,97%), totalizando 23.624 doses aplicadas nos cinco municípios.

‘Mais Saúde’ destaca importância dos cuidados para prevenção da cegueira

O jornalista Ismael Gama conversa com o oftalmologista Bruno Botentuit, no programa ‘Mais Saúde’, da TV Assembleia

Cerca de 80% das pessoas que ficam cegas no mundo, a situação poderia ser evitada, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A campanha ‘Abril Marrom’, que visa conscientizar sobre prevenção e tratamento da cegueira, foi o tema discutido com o oftalmologista Álvaro Bruno Botentuit no programa ‘Mais Saúde’, da TV Assembleia, deste domingo (11).

Segundo o especialista, os cuidados devem ser tomados desde os primeiros dias de vida. “É muito importante que, assim que um bebê nasça, seja feito o teste do olhinho. É um exame simples realizado ainda na maternidade para garantir a saúde dos olhos. No Brasil, felizmente essa análise é obrigatória por lei, como parte dos exames básicos”, afirmou Botentuit.

O exame detecta qualquer alteração que possa causar obstrução no eixo visual, casos de cegueira, catarata congênita, retinoblastoma e outras alterações visuais. Além disso, é importante que se repita o teste do olhinho regularmente até os cinco anos, recomendou o oftalmologista.

“Os cuidados devem seguir para a vida toda. É importante que as pessoas entendam que, ao realizar exames de rotina, elas estão se prevenindo de possíveis complicações, uma vez que a maioria das doenças oculares tem possibilidade de tratamentos bem-sucedidos quando identificadas precocemente. A campanha busca trazer essa sensibilização”, ressaltou.

Na entrevista, o médico destacou que o glaucoma é uma das doenças mais graves por ser silenciosa. “Se trata de uma doença que é provocada pela elevação da pressão ocular e leva a perda progressiva da visão. Se não for combatida, evolui até chegar à cegueira irreversível e, por isso, é essencial marcar consultas periódicas e acompanhar”, reforçou Dr. Álvaro.

O programa ‘Mais Saúde’, apresentado pelo jornalista Ismael Gama, vai ao ar todos os domingos, às 9h, pela TV Assembleia (canal 9.2, TV aberta; canal 309.2, Sky; e canal 17, Maxx TV).

Governo e Motriz firmam parceria para o fortalecimento da gestão pública no Maranhão

O governador em exercício, Felipe Camarão, recebeu no Palácio dos Leões, nessa quarta-feira (17), integrantes da ONG Motriz. Durante a reunião, a organização sem fins lucrativos apresentou o programa de desenvolvimento de lideranças ‘Fortalecer’, que tem o propósito de reforçar a entrega de serviços de qualidade a todos, com equidade e sustentabilidade socioambiental.

A atuação da Motriz compreende a criação, a disseminação e o acompanhamento da implementação de metodologias, ferramentas e programas de formação voltados ao desenvolvimento dos servidores públicos. A organização nasceu da fusão entre Vetor Brasil e Instituto Gesto. A Vetor atuou com cerca de oito mil profissionais em mais de 200 órgãos públicos, enquanto o Gesto já alcançou cerca de 2 milhões de estudantes.

Felipe ressalta que, sem contrapartida financeira, a parceria já existiu quando a Motriz era Gesto, e que a entidade aplicará o projeto Fortalecer em várias secretarias de Estado para a execução de um trabalho com equidade. As capacitações devem contemplar desde os titulares das pastas até os gestores regionais.

“O governador Carlos Brandão sempre tem nos orientado a fortalecer a gestão pública e torná-la mais eficiente, mais profissional, a exemplo de outros países que adotam o que chamam de ‘burocracia profissional’, não no sentido que atrapalha, mas no sentido de ser aquela que ajuda e qualifica os nossos servidores. Na educação, por exemplo, nós já fazemos seleções para gestores, e queremos avançar em áreas como a saúde, nas secretarias de Gestão e Administração”, disse Camarão.

Joice Toyota, diretora-executiva da Motriz, destaca que foram ajustados os planos de trabalho para o Governo do Maranhão, visando capacitar profissionais e torná-los ainda mais aptos e engajados em cargos estratégicos para a entrega de melhores serviços à população maranhense, tendo como premissas a equidade étnico-racial e a sustentabilidade socioambiental.

“Essa parceria é super importante porque a gente está trabalhando o desenvolvimento das pessoas, dos servidores e lideranças públicas aqui do Maranhão. A gente acabou de repactuar aqui junto com o governador o nosso plano de trabalho para 2024 e as nossas ações”, frisou Toyota.

Sob liderança da presidente Iracema Vale, Assembleia aprova homenagens a movimentos sociais

A Assembleia aprovou os requerimentos durante a sessão solene desta quinta-feira, conduzida pela deputada Iracema Vale

Sob liderança da presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputada Iracema Vale (PSB), foram aprovados, na sessão plenária desta quinta-feira (4), requerimentos para homenagear movimentos sociais com atuação no Maranhão.

Esta foi a segunda votação acerca dos documentos, colocados em apreciação na sessão de quarta-feira (3), tendo sido rejeitados pelo plenário. Na ocasião, a presidente Iracema Vale não estava presente, portanto, não conduziu os trabalhos, que foram liderados pelo deputado Rodrigo Lago (PCdoB).

Em tom conciliador e ponderando, já que a Casa Parlamentar tem representantes de diversos segmentos, Iracema Vale conduziu, na sessão desta quinta-feira (4), a aprovação dos requerimentos contando com um número maior de deputados que aprovaram as proposições por maioria.

“Aqui, nós somos uma pluralidade, cada um representa um segmento. Eu votei a favor de todos os requerimentos de sessão solene desta Casa. Então, não vamos fazer disso uma politização de uma coisa desnecessária. O nosso interesse aqui é harmonizar a Casa, votar os requerimentos, fazer as homenagens. Esse que é o interesse da Mesa e do Parlamento”, assinalou Iracema.

Foram aprovados o Requerimento 136/2024, de autoria do deputado Roberto Costa (MDB), que visa homenagear os 52 anos da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (Fetaema); o Requerimento 137/2024, de autoria do deputado Antônio Pereira (PSB), sobre os 60 anos de fundação da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG); e o Requerimento 135/2024, de autoria do deputado Júlio Mendonça (PcdoB), alusivo aos 40 anos de fundação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). As datas paras as devidas homenagens ainda serão marcadas.

‘Mais Saúde’ dá detalhes sobre serviços do Hospital do Servidor e leis voltadas a pessoas com TEA

O diretor do Hospital do Servidor, Plínio Tuzzolo, conversa com o jornalista Ismael Gama

O programa ‘Mais Saúde’, que foi ao ar neste domingo (7), trouxe como entrevistado o diretor do Hospital do Servidor, Plínio Tuzzolo. O gestor falou sobre os principais desafios da gestão de saúde, humanização do atendimento, entre outros assuntos.

Ele explicou que o Hospital do Servidor atende, exclusivamente, a funcionários do Governo do Estado do Maranhão e seus dependentes que sejam contribuintes do Fundo de Benefícios do Estado do Maranhão (Funben). Ressaltou, também, que o atendimento na unidade de saúde, que desde 2021 funciona em um prédio localizado atrás do Hospital Carlos Macieira, no Calhau, é bem amplo.

“Hoje temos uma unidade, que é hospital geral, extraordinariamente bem aparelhado. Temos um atendimento de urgência e emergência, que tem como objetivo tratar os servidores. Nosso atendimento ambulatorial é descentralizado, para dar mais conforto ao paciente”, destacou Tuzzolo.

Para o gestor, um dos desafios é o volume do atendimento. “Entraram muitos contribuintes do Funben e muitos servidores deixaram os planos de saúde, até mesmo pelo custo, e estão buscando a assistência médica hospitalar no Hospital do Servidor. É um desafio, mas estamos conseguindo resolver, com o apoio da Secretaria de Estado da Administração, tudo para que o servidor tenha a melhor assistência possível, dentro das possibilidades”, apontou Tuzzolo.

Segundo o diretor, em São Luís são realizadas mensalmente no Hospital do Servidor 21.500 consultas; realizados 160 mil exames; 400 internações; e 350 procedimentos cirúrgicos de pequeno, médio e grande porte, inclusive de alta complexidade.

Além da entrevista com Plínio Tuzzolo, o programa ‘Mais Saúde’ abordou assuntos relacionados ao autismo, como atendimento nos serviços público privado de saúde e as leis aprovadas pela Assembleia Legislativa do Maranhão voltadas a pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Também foram pautas no programa câncer de intestino, vacinação e os benefícios que os agentes comunitários de saúde e de endemias receberam do Governo do Estado.

O programa ‘Mais Saúde’, apresentado pelo jornalista Ismael Gama, vai ao ar todos os domingos, às 9h, pela TV Assembleia (canal 9.2, TV aberta; canal 309.2, Sky; e canal 17, Maxx TV).

Rádio Assembleia destaca campanha de doação de sangue do Hemomar

Em entrevista ao programa ‘Diário da Manhã’, da Rádio Assembleia (96,9 FM), nesta quarta-feira (27), a coordenadora da Captação de Doadores de Sangue e Medula Óssea do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar), Misleny Silva, falou sobre os objetivos e as ações da campanha de doação de sangue visando à Páscoa.

De acordo com a coordenadora, a campanha visa aumentar os estoques de bolsas de sangue do órgão durante o feriado prolongado. “Os estoques dos tipos O+, O-, A+, A- e AB- já se encontravam em estágio crítico. O ideal é que possamos alcançar a meta de fecharmos a semana com níveis seguros. Para isso, a colaboração da população é fundamental, neste período o estoque cai, por isso o nosso apelo em busca de salvar vidas”, disse.

Segundo Misleny Silva, haverá funcionamento do Hemomar de São Luís e dos 8 hemonúcleos do interior, em horários diferenciados. Na quinta-feira (28), por conta do ponto facultativo, todas as unidades de coleta da hemorrede funcionarão das 7h30 às 12h. Já no sábado, apenas o Hemomar em São Luís funcionará das 7h30 às 12h; e na sexta-feira (29) e no domingo (31), todas as unidades estarão fechadas.

Misleny também destacou, na entrevista para o jornalista e apresentador Ronald Segundo, a importância do cadastro no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome).

“A todo momento, o Hemomar precisa estar junto à sociedade, aos que fazem doação, por ser um gesto que salva vidas. Por isso, a iniciativa que adotamos é de suma importância, razão pela qual a realizamos anualmente. A demanda por sangue é incessante e depende integralmente da sensibilidade alheia”, assegurou.

Livro “Imortais da Medicina Maranhense” será lançado em São Luís no dia 5 de abril

João Bentivi exibe a capa do livro ao lado de Sílvia Dino, uma das baluartes do Hospital Aldenora Bello

No próximo dia 5 de abril será lançada, no Conselho Regional de Medicina, a obra “Imortais da Medicina Maranhense”. O livro, que teve como orientadores João Bentivi, Janaina Bentivi, Zefinha Bentivi, Cândida Alves, Daiane Bentivi e Natalino Salgado trata da biografia dos médicos maranhenses membros da Academia Maranhense de Letras. Alunos do UniCeuma, agora médicos, fizeram as pesquisas que resultaram nos capítulos da obra que teve a iniciativa do coordenador do NUCLAM – Núcleo de Literatura, Artes e Música da Universidade Ceuma, Professor doutor João Melo e Sousa Bentivi.

Os imortais apresentados são: Achilles Lisboa, Alfredo Bacelar e Raimundo Santiago, Antônio Henriques Leal, Bacelar Portela e Álvaro Serra, César Augusto Marques, Fernando Ribamar Viana, João Mohana, Joaquim Gomes de Souza, Justo Jansen e José de Almeida Nunes, Natalino Salgado, Nina Rodrigues, Odilon Soares, Odorico Amaral de Matos, Pedro Braga, Pedro Neiva Santana e Salomão Fiquene.

Para João Bentivi a obra não é apenas para médicos, mas para quem gosta da trajetória de vida dos 19 maranhenses: “é uma iniciativa inédita sobre os perfis dos médicos que fizeram parte da AML. E toda a renda com a venda dos livros será destinada para a Fundação Antônio Dino instituição que mantém o Hospital do Câncer Aldenora Bello, instituição que atende pacientes com câncer”.

O imortal Benedito Buzar escreveu o prefácio da obra e, por várias vezes, mencionou a relevância da pesquisa e toda a obra” O projeto, intitulado Imortagem da Medicina Maranhense, se respaldava numa vasta pesquisa sobre a vida dos médicos que, além da profissão, se dedicaram à atividade literária e fizeram parte da Academia Maranhense de Letras como patronos, fundadores ou membros. Reconhecer sua importância histórica é uma ação mais que necessária”, declarou.

O lançamento da obra será no dia 5 de abril, às 19h, e contará com a presença dos alunos, agora médicos da M19, familiares dos imortais, coordenadores do projeto, imprensa e autoridades. Lembrando que são poucas unidades e que a renda será revertida para Fundação Antônio Dino.